COMO CONSEGUIR QUE SEU FILHO GUARDE OS BRINQUEDOS


Com paciência, os pais devem limitar o espaço da bagunça e garantir que se restrinja ao quarto dos filhos. Com o tempo, e percebendo que esse é um valor da casa, a tendência é mudar a atitude.

Aqueles que já criaram seus filhos sabem que o maior desafio na vida de um pai e de uma mãe é impor limites dentro de casa.

Isso pode, tudo bem. Aquilo não pode, e acabou. Para fazer isso, não basta ser firme e falar com autoridade. É preciso paciência para dizer não tantas vezes quanto necessário. A criança vai fazer cara feia, vai gritar, espernear, dizer que não te ama mais, e é nessa hora que os pais mostram se têm força ou se é a criança quem determina as regras.


Os benefícios de colocar limites compensam

Tanto para a segurança física da criança, quando a impedimos, por exemplo, de pôr o dedo na tomada ou mexer no armário de remédios, como em sua vida social. Tendo regras dentro de casa, os preparamos para a vida real, onde nem tudo acontece do jeito e na hora que queremos.


Quem não aprende quando é pequeno pode sentir-se perdido em ambientes onde há regras. Se aos 5 anos seu filho quebrava os bibelôs em casa e você nada dizia, não adianta tentar impedi-lo de pegar o carro sem permissão na adolescência.


Assim como qualquer adulto, a criança adoraria fazer só o que tem vontade.


O que nos diferencia delas é que já entendemos que nem tudo é possível e elas ainda irão se dar conta disso. Com os pequenos, o negócio é ação. Falar a um bebê que começou a andar que é proibido mexer naquele vaso de cristal não vai adiantar porque ele insistirá em pegar o objeto do desejo. O correto, segundo os especialistas, é tirá-lo da vizinhança do vaso e, se ele voltar, tirá-lo dali novamente. Para os maiores, deve-se colocar as regras de convivência em grupo. Tem de ficar claro que bater no colega tem uma conseqüência sobre a felicidade do outro.


Falhar na tarefa de impor limites pode, inclusive, dificultar o relacionamento entre pai e filho. Se tudo é permitido, a criança se sente abandonada, acha que ninguém tem um olhar de cuidado sobre ela, e sente-se insegura.


Como impor limites?

Seis regras básicas para enfrentar a rebeldia de seu filho.

-Diga não: Ele não vai deixar de gostar de você por causa disso. -Seja coerente: Se a mãe diz que sim, o pai concorda. E vice-versa. Discutam depois. -Não recue: A criança se sente insegura se as ordens não são para valer. -Seja firme: Não se impressione se seu filho testar os seus limites. Ele só não pode ganhar -Exerça a autoridade: Nada de “quando seu pai/mãe chegar você vai ver” -Explicação objetiva: A capacidade de compreensão muda com a idade. Explicações curtas aos 3 anos, abrangentes aos 6.

Guia_Paciência_post.jpg
Lista VIP post.jpg
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
Conheça Método.png
Logo Whats.png
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey G+ Icon

© 2015 Mentoria de Pais  |  Márcia Girardi  |  Todos os Direitos Reservados