Como Desenvolver a Inteligência Emocional


A inteligência emocional mede nossa capacidade de perceber nossas próprias emoções, assim como as emoções dos outros, e administrá-las de forma produtiva e saudável. A inteligência Emocional é fundamental para a nossa experiência de vida e pode influenciar o sucesso que temos em nossos relacionamentos e carreiras. Seja qual for o estágio da vida em que você estiver, você pode usar os sete passos simples que listamos abaixo para melhorar sua Inteligência Emocional e desenvolver sua autoconsciência e empatia.


OBSERVE CONSTANTEMENTE COMO VOCÊ SE SENTE

Na correria do dia a dia, no desespero de cumprir os prazos e responder às demandas externas, muitos de nós perdemos contato com nossas emoções. Quando fazemos isso, somos muito mais propensos a agir inconscientemente, e perdemos a informação valiosa que nossas emoções possuem. Sempre que temos uma reação emocional a alguma coisa, estamos recebendo informações sobre uma situação particular, pessoa ou evento. A reação que experimentamos pode ser devido à situação atual, ou pode ser que a situação atual nos lembre de uma memória dolorosa e não processada. Quando prestamos atenção aos nossos sentimentos, aprendemos a confiar em nossas emoções e nos tornamos muito mais habilidosos na hora de lidar com elas. Se você achar difícil praticar esse ritual, experimente o seguinte exercício: Defina um alarme para vários pontos do dia. Quando o alarme disparar, tire um tempo para respirar e reparar em seus sentimentos. Preste atenção na direção dessa emoção. Quanto mais você praticar isso, mais o exercício se tornará um hábito de fato.


PRESTE ATENÇÃO NO JEITO QUE VOCÊ SE COMPORTA

Como mencionei acima, um processo fundamental para melhorar a nossa inteligência Emocional é aprender a gerir as nossas emoções, algo que só podemos fazer se nos conscientizarmos constantemente. Enquanto você está praticando sua “consciência emocional”, preste atenção ao seu comportamento também. Observe como você age quando experimenta certas emoções e como isso afeta sua vida.


Seus sentimentos afetam sua comunicação com os outros, sua produtividade ou o seu senso geral de bem-estar?


Quando nos tornamos mais conscientes de como estamos reagindo às nossas emoções, é mais fácil entrar no modo de julgamento e começar a colocar rótulos no nosso comportamento.


ASSUMA A RESPONSABILIDADE PELOS SEUS SENTIMENTOS E COMPORTAMENTO

Este é provavelmente o passo mais desafiador, e também é o mais útil. Suas emoções e comportamento vêm de você – eles não vêm de mais ninguém – portanto, você é o único responsável por eles. Se você se sentir machucado em resposta a algo que alguém disse ou fez, e você ataca essa pessoa por isso, você é responsável por isso. Eles não “fizeram” você atacar (eles não estão controlando você, você está se controlando), e, por isso, sua reação é sua responsabilidade. Da mesma forma, seus sentimentos podem fornecer informações valiosas sobre sua visão em relação ao outro, assim como suas próprias necessidades e preferências, mas seus sentimentos não são responsabilidade do outro, são seus. Depois que você começar a aceitar a responsabilidade pela forma como se sente e como se comporta, isso terá um impacto positivo em todas as áreas da sua vida.


RACIONALIZE EM VEZ DE REAGIR

Reagir é um processo inconsciente onde experimentamos um gatilho emocional e nos comportamos de forma inconsciente. Esse ato expressa ou alivia uma emoção – por exemplo: você foi interrompido por alguém enquanto falava e, irritado, deu um tapa na pessoa? Bom, isso foi uma reação. Uma reação nada saudável, por sinal. Racionalizar – ou responder em palavras – é um processo consciente que envolve perceber como você se sente e depois decidir como você quer se comportar – se você se sentiu irritado por uma interrupção, por exemplo, pode explicar para a pessoa como se sente e dizer que achou rude ou uma falta de educação o jeito que ela te interrompeu.


TENHA EMPATIA

Empatia é entender por que alguém se sente ou se comporta de uma certa maneira e poder expressar essa compreensão. Praticar essa atitude vai melhorar sua inteligência emocional significativamente. Comece praticando com você mesmo. Quando você perceber que está alimentando sentimentos negativos ou comportamentos nocivos, pergunte para si mesmo: “Por que eu acho que estou me sentindo assim/fazendo isso?”. No começo, sua resposta pode ser “não sei”, mas continue prestando atenção nos seus sentimentos e nas suas atitudes, e você começará a notar diferentes respostas para essas perguntas.


CRIE UM AMBIENTE POSITIVO

Além de praticar os hábitos que mencionei até agora (autoconsciência, autoresponsabilidade e empatia), tire um tempo para perceber os pontos positivos e negativos da sua vida, e isso inclui racionalizar sobre o ambiente em que vive, trabalho, escola, faculdade, enfim. Criar um ambiente positivo não só melhora a sua qualidade de vida, mas também pode ser contagioso para as pessoas que o rodeiam. Então, reflita sobre o que você quer mudar na sua vida e tome uma atitude, e tente se livrar de hábitos nocivos e prejudiciais para a sua saúde física e mental.


MELHORAR SUA INTELIGÊNCIA EMOCIONAL É UM PROCESSO VITALÍCIO

A inteligência Emocional não é algo que você desenvolve uma vez e, então, nunca mais precisa praticar. É uma prática vitalícia, e é possível continuar melhorando sua inteligência emocional cada vez mais. Mesmo quando você sente que dominou esses passos, lembre-se de continuar praticando e você terá os benefícios da inteligência emocional pelo resto da sua vida. Boa sorte!

Se você gostou deste artigo, deixe seu comentário aqui embaixo e compartilhe com seus amigo! ;)


Guia_Paciência_post.jpg
Lista VIP post.jpg
Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram ícone social
  • Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square
Conheça Método.png
Logo Whats.png
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Grey YouTube Icon
  • Grey G+ Icon

© 2015 Mentoria de Pais  |  Márcia Girardi  |  Todos os Direitos Reservados