Maravilhas de Brincar ao Livre

September 13, 2017

 Brincar livre e os benefícios para as crianças

 

Qual era a sua brincadeira preferida quando criança? É provável que você lembre de se reunir com as crianças das redondezas para brincar até ser chamado de volta pra casa, o que geralmente ocorria quando a noite começava chegar. Era uma época sem tanta violência e insegurança, por isso, as crianças aproveitavam o brincar livre para explorar o mundo. Nos tempos atuais esses momentos não são mais tão comuns, mas ainda acontecem em parques e espaços ao ar livre destinados ao lazer.

Diferente do que muita gente pensa, o ato de brincar não é só passatempo e diversão. O brincar livre é fundamental para o desenvolvimento das crianças. A grande diferença desse modo de brincar é que a iniciativa e todo o desenvolvimento das atividades partem das próprias crianças. Quando brincam em grupos, elas precisam negociar entre si qual será a brincadeira e são as únicas responsáveis por tomar decisões, definir regras, expor suas opiniões e defender seus pontos de vista.

 

Como surgiram as brincadeiras infantis

Muitas brincadeiras fazem parte da história da humanidade e perduram por muitas gerações, como pular amarelinha ou empinar pipas. Antes da industrialização, haviam poucas opções de brinquedos, fortalecendo o brincar livre, ato que também passava por influências sociais, culturais, folclóricas e até religiosas. A evolução do brincar acompanha o desenvolvimento da sociedade, uma prova disso é que o avanço da tecnologia chegou rapidamente ao universo infantil. Hoje, as crianças são facilmente envolvidas pelas recursos digitais, jogos e aplicativos, que também cumprem o seu papel no desenvolvimento infantil, mas não substituem o brincar livre.

 

Entenda a importância do brincar livre

Alguns motivos que justificam a importância do brincar livre, destacamos a seguir cinco deles:

1) Promove o desenvolvimento integral das crianças – Dá autonomia e favorece a formação integral, que inclui desde o aspecto social, emocional e físico, até o intelectual.

2) O brincar é próprio das crianças – Por meio do lúdico, acontecem as primeiras representações do mundo em que os pequenos vivem. Portanto, é essencial respeitar e incentivar as brincadeiras livres, que aguçam a imaginação.

3) O fato de brincar livremente estimula o autocontrole e a percepção dos próprios limites - Por isso, as crianças são tão atraídas por fazer coisas que nunca fizeram antes, como pular, correr, subir em árvores, etc.

4) A escola nem sempre  inclui o brincar livre – Muitas instituições de ensino estão até reduzindo o tempo do recreio. Com isso, as crianças têm menos tempo para interagir umas com outras de maneira espontânea.

5) A legislação determina o brincar livre - Aqui no Brasil, é o Estatuto da Criança e do Adolescente que garante às crianças o direito de expressar seu pensamento, interagir e se comunicar por meio de brincadeiras.

 

Como funciona o brincar livre?

Brincar ao livre deve ter apenas a supervisão de adultos, não a imposição. São as crianças que definem o que fazer e escolhem suas brincadeiras favoritas. Os familiares e professores podem estimular estes momentos, preparando espaços, providenciando materiais e até apresentando brincadeiras. Porém, são as crianças que definem como brincar, por quanto tempo e todas as demais regras.

 

O brincar livre é um jeito de preparar as crianças para a vida. Ela ressalta que o interesse pela brincadeira deve partir da criança, sem a intervenção do adulto. Atualmente as crianças têm uma rotina muito limitada, com uma programação extensa que pode chegar até 12 horas por dia, o que limita ou exclui o brincar livre do cotidiano infantil e pode comprometer o seu desenvolvimento pleno. 

 

Compartilhe a sua opinião sobre este assunto, deixando um comentário aqui embaixo. Ficaremos felizes!! ;)

Compartilhar no Facebook
Share on Twitter
Please reload

Guia_Paciência_post.jpg
Lista VIP post.jpg
Posts Em Destaque

3 PASSOS PARA MANTER A CALMA

July 28, 2018

1/6
Please reload

Posts Recentes

September 19, 2018